BETI VITTA   Beti fez escola de costura no Congo. Mãe de Suckrani, Jesus e Cristina, ela divide seu tempo em cuidar dos filhos pequenos e atender as clientes conterrâneas que sempre a procuram para confeccionar os vestidos de festa. Beti fala português com um sotaque francês lindo, suave como só ela consegue ser.

BETI VITTA

Beti fez escola de costura no Congo. Mãe de Suckrani, Jesus e Cristina, ela divide seu tempo em cuidar dos filhos pequenos e atender as clientes conterrâneas que sempre a procuram para confeccionar os vestidos de festa. Beti fala português com um sotaque francês lindo, suave como só ela consegue ser.

CELINA MAYALA   Celina nasceu no Congo e cresceu em Angola. É mãe de cinco filhos e dona de uma personalidade poderosa. Quem vê sua postura séria e concentrada, não imagina os sorrisos contagiantes que ela consegue produzir. É Celina quem nos traz foco e rapidez quanto estamos no ateliê. A cada ciclo como integrante do Mulheres do Sul global, ela avança como uma profissional de produção.

CELINA MAYALA

Celina nasceu no Congo e cresceu em Angola. É mãe de cinco filhos e dona de uma personalidade poderosa. Quem vê sua postura séria e concentrada, não imagina os sorrisos contagiantes que ela consegue produzir. É Celina quem nos traz foco e rapidez quanto estamos no ateliê. A cada ciclo como integrante do Mulheres do Sul global, ela avança como uma profissional de produção.

EVELINE PARKS   Eve é como ela gosta de ser chamada. Tem formação em costura pela escola do Congo. Logo na chegada ao Brasil, Eve partilhou com a amiga e vizinha, também congolasa Mirrele uma máquina de costura. Seu sonho é refazer sua vida com serenidade, e poder exercer um trabalho que a ajude a conciliar com a agenda dos filhos na escola.

EVELINE PARKS

Eve é como ela gosta de ser chamada. Tem formação em costura pela escola do Congo. Logo na chegada ao Brasil, Eve partilhou com a amiga e vizinha, também congolasa Mirrele uma máquina de costura. Seu sonho é refazer sua vida com serenidade, e poder exercer um trabalho que a ajude a conciliar com a agenda dos filhos na escola.

 
SAGRACE MENGA   Sagrace divide seu tempo entre a costura e os palcos. Além de costureira é cantora na banda Bomoko e dona de uma voz estremecedora. Sagrace aprendeu com a costurar no ateliê do seu pai, que foi um grande alfaiate no Congo. No início da vida adulta se dedicou a outros trabalhos, retomando as raízes da costura no nascimento da pequena Joice. Ela costura suas próprias roupas e está sempre experimentando novas modelagens.

SAGRACE MENGA

Sagrace divide seu tempo entre a costura e os palcos. Além de costureira é cantora na banda Bomoko e dona de uma voz estremecedora. Sagrace aprendeu com a costurar no ateliê do seu pai, que foi um grande alfaiate no Congo. No início da vida adulta se dedicou a outros trabalhos, retomando as raízes da costura no nascimento da pequena Joice. Ela costura suas próprias roupas e está sempre experimentando novas modelagens.

 
TEREZA VITURIANO    costureira / pilotista / modelista   Começou na costura como autodidata e hoje já são mais de 40 anos de experiência. Trilhou a carreira como costureira no consulado da Itália, e em estúdios de moda de alta costura, produzindo peças para desfile, inclusive com uma passagem pelo Angola Fashion Week 2016. É mentora do time de costureiras e faz a gestão criativa do ateliê Mulheres do Sul Global.

TEREZA VITURIANO

costureira / pilotista / modelista

Começou na costura como autodidata e hoje já são mais de 40 anos de experiência. Trilhou a carreira como costureira no consulado da Itália, e em estúdios de moda de alta costura, produzindo peças para desfile, inclusive com uma passagem pelo Angola Fashion Week 2016. É mentora do time de costureiras e faz a gestão criativa do ateliê Mulheres do Sul Global.